Quitação Eleitoral 2018 – Consulta, Emissão, Imprimir

Quitação Eleitoral Segunda Via 2018 – Consulta, Emissão, Imprimir

Muitos podem ser o motivo para o cidadão não poder votar e, assim, ficar em débito com a Justiça eleitoral. O voto tem incontestável importância para a democracia, através dele, é possível ao eleitor e ao cidadão escolher dentre muitas opções a pessoa que o representará em algumas das instituições políticas por um determinado tempo.

Certamente, essa escolha exige consciência política.
Embora, o direito ao voto tenha sido tão duramente reconquistado pelo povo, é cada vez mais comum o mesmo preferir se abster de voltar, o que exige, no entanto, que tal decisão seja justificada.

Se não justificar –  2 Via Quitação Eleitoral 2018

É fundamental que o eleitor vote, caso não seja possível, por um motivo ou outro, se ele não puder exercer esse dever, no entanto, deverá justificar.

Caso o eleitor não justifique a ausência do voto no dia da eleição, isso poderá ser feito posteriormente, dentro de um prazo de 60 dias.
Se o eleitor deixou de votar e justificar por até duas eleições seguidas, deverá ir pessoalmente a qualquer cartório eleitoral ou posto de atendimento e preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral pós-eleição, com um documento oficial original com foto em mãos, como a carteira de identidade (RG), carteira de habilitação, ou carteira de trabalho.
Porém, quem não votar e não justificar a ausência do voto em até 60 dias após a eleição, o mesmo ficará em débito com a Justiça Eleitoral, o que impedirá o eleitor de:
– Tirar passaporte ou carteira de identidade;
– Receber salário de entidades públicas ou assistidas pelo governo;
– Solicitar empréstimos em qualquer banco ou estabelecimento de crédito subsidiado pelo governo;
– Inscrever-se em concursos públicos ou tomar posse de cargos públicos;
– Renovar matrícula em qualquer instituição de ensino pública ou fiscalizada pelo governo;
– Requerer qualquer documento que necessite da quitação eleitoral.

Comprovante -2 Via Quitação Eleitoral 2018

Por isso, é fundamental que a pessoa tenha o comprovante de votação que, para quem não sabe, é o documento que certifica que uma pessoa cumpriu o dever de exercer o seu voto.

O comprovante funciona assim, depois que votar, o eleitor recebe, de um mesário, o comprovante de que participou das eleições.
Vale saber que esse comprovante não pode ser obtido pela internet, pois é dado presencialmente depois do voto.

Consulta -2 Via Quitação Eleitoral 2018

Quando uma pessoa perde o comprovante de votação, não existe a possibilidade de obter uma segunda via do comprovante dado durante as eleições.
No entanto, há um documento que substitui o comprovante de votação, a certidão de quitação eleitoral, ou 2 Via Quitação Eleitoral 2018, que é emitida pela Justiça Eleitoral e contém mais informação do que o comprovante de votação.
A certidão de quitação eleitoral, ou 2 Via Quitação Eleitoral 2018 é o documento que comprova que a situação do eleitor está regular, e não tem nenhuma pendência com a Justiça Eleitoral.

Emissão -2 Via Quitação Eleitoral 2018

A 2 Via Quitação Eleitoral 2018 certifica que o eleitor não tem débitos em relação à Justiça Eleitoral.
Mas atenção, só é possível a emissão da 2 Via Quitação Eleitoral 2018 pela Internet caso:

  • não haja divergência entre os dados informados e os registrados no Cadastro Eleitoral;
  • não exista restrição no histórico de sua inscrição (ex: ausência não justificada às eleições);

E mais, se por acaso a certidão não for emitida, o eleitor poderá solicitá-la em qualquer cartório ou posto de atendimento eleitoral, sendo orientado quanto à regularização de sua situação.

Imprimir -2 Via Quitação Eleitoral 2018

Pronto, após peencher o formulário com os dados solicitados e clicar em “”Emitir a certidão”, localizado abaixo do formulário, se os dados estiverem corretos, será exibida a sua certidão de quitação eleitoral.
Então, agora é só imprimi-la.
E atenção, a confirmação de autenticidade da 2 Via Quitação Eleitoral 2018 poderá ser feita pelo órgão ou pela instituição onde for apresentada.
Os endereços e telefones dos cartórios eleitorais podem ser obtidos nos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *