Browsing articles in "Título Eleitoral"

Como Tirar o Título de Eleitor

Título de Eleitor – Como Tirar

Emissão do Título de Eleitor – Aqui vai uma dica pra quem tem dezesseis anos ou mais e pretende se prevenir antes das eleições. Vale lembrar que o voto só é facultativo até os 17 anos de idade. No ano em que você completar 18 anos, se você nasceu antes do dia 31 de outubro, que é quando ocorrem as eleições, normalmente, não adianta chorar: você terá que votar.

Você pode fazer o requerimento do seu título pela Internet, mesmo, pelo sistema Título NET. É só preencher os dados que forem pedidos, escolher seu colégio eleitoral (local onde você prefere votar) entre os disponíveis, e ir ao cartório eleitoral que fica mais próximo de sua residência (pois esse será o cartório responsável pelo seu colégio eleitoral), levando os seguintes documentos:

– RG original ou certidão de nascimento ou casamento (não contam como identidade: Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e/ou o novo modelo de passaporte pois a CNH não informa sua naturalidade/nacionalidade e o passaporte não informa sua filiação, o nome de sua mãe, para ser mais específico);

– comprovante de residência (pode ser conta de luz, telefone, água, mas tem de ter seu endereço atual e tem de ser uma conta recente);

– Título de reservista, que é sua carteira de alistamento militar (só para pessoas do sexo masculino entre 18 e 45 anos, mais novos e mais velhos, não precisam).

Caso você não saiba qual o cartório que você deve se apresentar, nem o endereço do mesmo, ligue para Central de Informações ao Eleitor, no telefone (11) 3130-2100, ou consulte em “Endereços dos Cartórios Eleitorais”. A inscrição também pode ser feita pessoalmente no cartório eleitoral. O prazo para tirar seu título nas Eleições 2012 é 9 de maio.

A emissão do Título de Eleitor é bem rápida e o documento fica pronto na hora, isso é permitido graças ao sistema ELO que já emite o documento no ato da inscrição. Lembrando que pela internet você só pode fazer a solicitação de emissão do título eleitoral.

Transferência – Título de Eleitor

Como fazer a Transferência do Título de Eleitor

O título de eleitor é um documento que comprava que o cidadão está inscrito na Justiça Federal do Brasil, e se encontrar à disposição de exercer tanto seu direito de votar (eleitorado ativo), quanto ser votado (eleitorado passivo) em eleições municipais, estaduais e federais. É importante ter a nacionalidade brasileira para tirar o titulo de eleitor.

Critérios para a primeira emissão do Título de Eleitor

Pode-se emitir o título de eleitor a qualquer dia do na. O cidadão deve ir ao cartório eleitoral que atende o município ou o bairro em posse dos seguintes documentos.

carteira de identidade (RG)

reservista (no caso de cidadãos do sexo masculino com idade de 19 a 45 anos.

-comprovante de residência seja ele de água, luz, telefone, gás etc.

Já se o cidadão tiver 16 anos, que é a idade onde já se pode tirar, contudo ela ainda não é obrigatória, com essa idade se pode tirar levando apenas o comprovante de residência, a carteira de identidade, tanto as originais como as copias.

Domicilio eleitoral

É o local onde o é a residência do cidadão, caso ele tenha mais de uma, considera-se domicilio qualquer uma delas.

Transferência do titulo de Eleitor

As condições para se retirar o titulo é que já tenha se passado 1 ano após a inscrição ou da ultima transferência e residência mínima de 3 meses no novo endereço. Se o cidadão mudou de endereço, ele deve reencher um requerimento de transferência do Título de Eleitor pela internet através do site – www.tse.jus.br/eleitor/pre-atendimento-eleitoral-titulo-net, e confirmar sua solicitação após o decorrer de cinco dias uteis no cartório eleitoral, levando o numero de protocolo gerado e os seguintes documentos:

– Carteira de identidade ou certidão de nascimento ou casamento ou carteira profissional. (o novo passaporte não é valido pois não possui dados de filiação.).

Titulo de eleitor

– Comprovante de votação ou justificação que possuir

– Comprovante de residência tanto faz ele ser de água, luz telefone correspondência e nome da pessoa etc.

Consultar Local de Votação pelo Título de Eleitor

Título de Eleitor – Consulta de Local de Votação

Existe uma maneira de saber seu colégio eleitoral pelo título de eleitor? Essa é uma dúvida muito freqüente para as pessoas que já atingiram os 18 anos e não tem mais a opção do voto facultativo. Para pesquisar seu local de votação pelo seu título de eleitor, é muito simples. Veja como consultar onde votar através do título de eleitor passo a passo:

1° passo. Entre no site da Justiça eleitoral:

www.tse.jus.br

Ele vai te mostrar, logo de primeira, o menu no lado superior esquerdo “Eleitor”, onde você vai poder consultar seu local de votação. Você vai ter duas opções:

Consultar pelo nome” ou “Consultar pelo título”.

2° passo: E daí você decide pelo que tiver na hora. Se você não tiver o título em mãos, vá em “Consultar pelo nome”.

3° passo (a): Na primeira opção, consultar pelo nome, digite seu nome em “Nome do eleitor”, sem abreviações, a sua data de nascimento, no campo “Data de Nascimento”, da forma como está sendo mostrada, exemplo: “11/11/1911”, tem de ser digitado por completo, e não “11/11/11”. O nome de sua mãe, também deve ser digitado no campo “Nome da mãe”, por extenso, caso não conste no documento, marque a opção “não consta/em branco”, ao lado do campo, digite o “captcha”, aqueles números embaralhados que os sites pedem por segurança e clique em consultar.

3° passo (b): Agora, na segunda opção, você deve colocar o número do seu título de eleitor no lugar do seu nome, sua data de nascimento, como já foi pedido antes, o nome completo da sua mãe, se não constar no documento, marcar a caixa “não consta/em branco”, digitar a “captcha” e apertar em consultar.

É importante também lembrar que, se você não souber chegar ao seu colégio eleitoral, você deve procurar o endereço com antecedência. Lembre-se: não votar, exclui muitos de seus direitos então não deixe tudo para última hora.

É muito importante para todos exercer sua cidadania. Votar não é só um dever, é um direito de escolher quem vai lhe representar no governo, e deve ser uma escolha feita com responsabilidade. Não diga que não gosta de política. A sua vida depende dela também. Então vamos, mesmo que aos poucos, mudar nosso país, exercendo nossos direitos.

Pages:12»